NF promove Roda de Conversa sobre Conjuntura Nacional e a luta contra o Racismo

Sexta, 16 Março 2018 15:28

Em 1988, por ocasião do centenário da chamada Abolição, foi realizada uma grande marcha de combate ao racismo. Trinta anos depois, ativistas do movimento negro realizam de 3 a 23 de março uma série de atividades de combate ao racismo. 

"Chegou o momento de interligar as lutas, ninguém consegue mais lutar sozinho nos dias de hoje. A conjuntura está muito difícil para nós que somos militantes. Só através do debate e do companheirismo que conseguimos avançar" - comenta a diretora do NF, Conceição de Maria. 

Vinte e um dias de ativismo de combate ao racismo é o nome do movimento que atinge todo Rio de Janeiro. O Sindipetro-NF, não poderia ficar de fora, e por isso, no dia 23 de março promoverá a Roda de conversa: Conjuntura Nacional e a luta contra o Racismo com o professor Amauri Mendes Pereira, no Auditório do sindicato em Campos dos Goytacazes. Segundo o professor, a situação está muito difícil, por isso é necessário conversar e buscar saídas conjuntas.

O professor Amauri Mendes é Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UERJ, especialista em História da África pelo Centro de Estudos Afro-Asiáticos (CEAA) da Universidade Candido Mendes (UCAM), e graduado em Educação Física e Desportos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é Professor Adjunto do DTPE-IE-UFRRJ e do PPGEduc- Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRRJ.

O Sindipetro-NF solicita aos participantes que levem 1 Kg de alimento não perecível no dia do evento. Todo alimento arrecadado será doado aos acampados do Acampamento Nelson Mandela. 

O 21 de março

Há 58 anos, aconteceu o “Massacre de Sharpeville” . Negras e negros da África do Sul levantaram-se contra o Regime do Apartheid e a Lei do Passe – que restringia o acesso de pessoas negras às regiões centrais das cidades. Uma manifestação marcou o dia 21 de março de 1960, quando milhares de manifestantes foram agredidos pela polícia num ato de extrema covardia, barbárie que resultou em 69 mortos e mais de 180 pessoas feridas.

Por isso, a partir de 1969 o dia 21 de março foi instituído o “Dia Internacional Contra a Discriminação Racial” e passou a ser utilizado em todo o mundo como instrumento de denúncia do racismo.

Doação

O Sindipetro-NF solicita que cada participante que leve um quilo de alimento não perecível, que será doado ao Acampamento Nelson Mandela.

 

[Atualizado às 10h28 de 19/03/18]

 

Avalie este item
(0 votos)

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700