Vice-presidenta da CUT é homenageada pela ONU Mulheres

Terça, 03 Abril 2018 15:28

Imprensa da CUT - Mulher negra, cabocla, ribeirinha, camponesa e do Amazonia, Carmen Foro, vice-presidente da CUT, é uma das mulheres homenageadas pela ONU Mulheres, dentro da campanha #OTempoÉAgora.

No último sábado (31), Carmen teve sua foto estampada na página do Facebook da ONU Mulheres no Brasil e nesta segunda (02) a homenagem foi espalhada no Instagram e no Twitter da entidade por ser um das principais ativistas pelos direitos das mulheres do campo, das florestas e das águas e pela sua ação determinada pela igualdade de gênero.

 

A campanha, que teve início em 6 de março é uma das atividades da ONU Mulheres programadas para comemorar o Dia Internacional da Mulher que se estenderá durante o mês de abril. A ideia é expor as principais áreas do ativismo, com destaque para reivindicações feministas e o reconhecimento de brasileiras que têm atuado para o empoderamento das mulheres, fazendo a conexão com a mensagem global da ONU Mulheres: “#OTempoÉAgora – ativistas rurais e urbanas transformam a vida das mulheres”.

 “O #TempoÉAgora tem conexão com a urgência de transformações evocada pela Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável ao trazer a urgência de que agora é o momento de fazer mudanças estratégicas, investir e articular transformações políticas estruturais para a inclusão das mulheres e a garantia dos seus direitos humanos”, explica Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres.

Carmen fez um post de agradecimento no mesmo dia, também pelo Facebook, onde ressaltou a luta coletiva.

Carmen, que também é suplente da secretaria de mulheres da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), foi secretária da Mulher Trabalhadora na CUT e coordenou a Marcha das Margaridas por duas vezes, em 2007 e 2011. Ela destaca que a Marcha das Margaridas, que começou em 2000 e acontece de quatro e quatro anos, é a maior mobilização da luta coletiva das mulheres do campo, das águas e das florestas e que só nos governos populares tornou-se visível e vitoriosa.

“Conquistamos a obrigatoriedade de titulação conjunta no acesso à terra, Política Nacional de Documentação Civil- nenhuma mulher rural sem documento, o Pronaf Mulher, a Política Nacional de Saúde para a população do campo e da floresta, a Política de enfrentamento à violência contra as mulheres, com a implantação de 54 unidades móveis com serviços de atendimento, Política Nacional de agroecologia, entre outras pautas”, contou Carmen.

Para Carmen a homenagem da ONU Mulheres reconhece a luta e as conquistas das mulheres do campo, das águas e das florestas, mas ao mesmo tempo demonstra os imensos desafios no próximo período, “que não são poucos”, complementa ela.

“Além de reconquistar a democracia, teremos que recompor a visibilidade e o protagonismo das mulheres no desenvolvimento rural sustentável do nosso país”, finaliza a vice-presidenta da CUT.

Avalie este item
(0 votos)

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700