Militante do MST é baleada durante protesto em defesa de Lula

Sexta, 06 Abril 2018 11:07

Emmanuela Leite / Da CUT-PB - A jovem militante do Movimento Sem Terra (MST), Lindinalva Pereira de Lima, mais conhecida por Linda, foi gravemente ferida com um tiro na perna na madrugada desta sexta-feira (6), durante ato em defesa do ex-presidente Lula na BR 101, em Mata Redonda, na Paraíba.

Linda foi levada para a emergência do Hospital de Trauma da capital paraibana e está em observação.

Segundo informações da coordenadora do MST-PB, Eva Wilma, durante a mobilização um motorista furioso invadiu a barricada do MST-PB e sacou uma arma, atirando nos militantes, a ação atingiu na perna a companheira, que foi levada com urgência para o Hospital de Trauma da Paraíba. Até o momento não se sabe o autor do crime.

A violência, iniciada desde o golpe de 2016, quando muito ódio e intolerância se espalhou pelo Brasil. pode aumentar ainda mais com a decisão do juiz Sérgio Moro de determinar a prisão de Lula na tarde desta quinta-feira (5). Moro deu um prazo até as 17h desta sexta para Lula se entregar em Curitiba, no Paraná. A militância resiste e não quer que Lula se entregue. Lula é inocente, gritam nos atos que estão sendo realizados em todo o País. Defender Lula é defender a democracia e o direito de todos os brasileiros de recorrer até a última instância da Justiça, é o que dizem politicos, juristas e sindicalistas do brasil e do exterior.

O presidente da CUT-PB, Paulo Marcelo, um dos sindicalistas que estão liderando a resistência e organizando militantes e trabalhadores para apoiar o presidente Lula, repudia o ato de violência e chama toda população paraibana para a mobilização em defesa da Democracia e de Lula, logo mais às 14h no Lyceu Paraibano.

 

Avalie este item
(0 votos)

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700