Os Acidentes Mais Recentes

Acidentes ocorridos na indústria do petróleo

Desde a implantação da indústria do petróleo no Brasil, aconteceram nove acidentes de graves proporções. O resgate da memória destes acidentes deixa evidente o risco a que estão expostos os petroleiros. Quando a prevenção e a segurança falham, seja por negligência na manutenção, condições de trabalho inadequadas ou cortes de gastos afetando a questão da segurança, os acidentes ganham proporções assustadoras. Ultimamente, pequenos acidentes passaram a fazer parte do dia-a-dia das refinarias, terminais e plataformas.

Somente a sorte e o destino evitam que os vazamentos, as falhas na automação e os principios de incêndio que ocorrem com freqüência nas unidades da Petrobras assumam a proporção de tragédia.

Nacionalmente, os Sindipetros têm denunciado ao Ministério Público e a outros órgão a negligência da Petrobras para com as questões relativas à segurança de seus trabalhadores e instalações, mas as providências são demoradas e, enquanto elas não são tomadas, os riscos ficam cada vez maiores nas refinarias. De uma maneira geral, as causas destes pequenos acidentes são sempre as mesmas: número de pessoal reduzido, o que afeta as condições de segurança, e falhas na automação de equipamentos. Os petroleiros de todo o País exigem que a empresa altere sua política de segurança, reestabelecendo efetivos mínimos de trabalahdores , de forma que nenhuma outra tragédia seja acrescentada à lista que se segue.

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700