Petroleiros de P-07 enviam manifesto e NF comenta proposta de unidade

Segunda, 09 Outubro 2017 10:08

O Sindipetro-NF recebeu, neste final de semana, manifesto dos petroleiros e petroleiras da plataforma P-07, na Bacia de Campos, com avaliações sobre a Campanha Reivindicatória. A entidade parabeniza os trabalhadores pela iniciativa e estimula que as demais unidades marítimas e bases de terra também mantenham a prática de debater a conjuntura, propor ações e formalizar manifestos à categoria. [Confira aqui a íntegra do manifesto]

Um dos pontos centrais do manifesto de P-07 diz respeito à necessidade da unidade da categoria para o enfrentamento aos ataques empreendidos pela empresa, contra os direitos dos trabalhadores. O manifesto defende a realização de uma plenária ou congresso, com delegados eleitos em todas as bases petroleiras do País, para elegerem uma mesa única de negociações com a Petrobrás.

O Sindipetro-NF e a FUP já se manifestaram sobre essa construção da unidade, com a qual estas entidades concordam. Em comentário recente acerca de outro manifesto, da plataforma P-31, com proposição semelhante, o NF destacou "seu compromisso histórico com a luta pela unidade não só da categoria petroleira mas também de toda classe trabalhadora".

A entidade, no entanto, lembrou que "há elementos nessa construção, de cunho prático, que é necessário esclarecer para que possamos discutir esse processo com a transparência e a responsabilidade à altura da importância desse tema".

O sindicato explicou que "uma mesa não pode ser única apenas no começo das negociações, mas sim em todo o processo de negociação, sob o risco do movimento começar pavimentado sobre uma estrutura que se possa ruir ao longo da batalha e, assim, enfraquecer o lado dos trabalhadores".

Um dos elementos que dificultam a construção de uma mesa unificada ainda neste ano de 2017 é a diferença entre as pautas reivindicatórias. Há ainda diferenças nas visões acerca da conjuntura nacional e das razões do golpe de 2016, "cujo processo começou em 2015, o qual o NF e os demais sindicatos Fupistas trabalharam arduamente para impedir enquanto alguns dos sindicatos dissidentes demoraram a reconhecer a existência efetiva".

Ainda assim, o NF e FUP estão abertos ao diálogo e atuam no sentido de superar essas diferenças em relação aos sindicatos não fupistas, construindo de maneira segura, democrática e sólida a unidade desejada.

 

Avalie este item
(0 votos)

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700