Centrais Sindicais entregam nesta quarta manifesto de apoio a Haddad

Quarta, 10 Outubro 2018 16:13

Centrais Sindicais entregam nesta quarta manifesto de apoio a Haddad

 

Os presidentes de sete centrais sindicais entregarão nesta quarta-feira (10) um manifesto ao candidato à Presidência da República Fernando Haddad (PT) em apoio à sua eleição. Os sindicalistas acreditam que o candidato petista é o que melhor representa a defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras e do fortalecimento da democracia nesse momento tão delicado pelo qual atravessa o País.

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, defender Haddad na presidência da República é defender os direitos trabalhistas e a soberania nacional, ao contrário de Jair Bolsonaro (PSL), que defende o projeto dos patrões e de Temer, contrários à classe trabalhadora.

“Os trabalhadores e trabalhadoras viveram o seu melhor momento no governo Lula, e Fernando Haddad vai ao encontro do mesmo projeto do ex-presidente, que é a criação de empregos e a carteira de trabalho assinada”, defende Vagner.

“Já o candidato do PSL aprovou a terceirização e a reforma Trabalhista. Por isso, eu e os demais presidentes das centrais defendemos Haddad na presidência da República”.

O presidente da CTB Adilson Araújo afirmou ao Portal Vermelhoque está confiante de que as centrais sindicais se unificarão em torno do ex-prefeito de São Paulo que disputa o segundo turno presidencial com Jair Bolsonaro (PSL). No primeiro turno, apenas Haddad e Ciro Gomes tiveram apoio das centrais.

“São dois projetos opostos. O projeto de Bolsonaro é vocacionado para defender a continuidade e o aprofundamento das maldades de Temer contra o trabalhador. Ele propõe uma carteira verde e amarela que significa menos direitos, menos benefício, menos salário. É o trabalho análogo à escravidão”.

Para o dirigente, Haddad é o candidato que tem compromisso com a Agenda dos Trabalhadores. “Ele se comprometeu a revogar a Emenda Constitucional 95, que congelou gastos por 20 anos, e a reforma trabalhista. Haddad também coloca no centro do seu programa um projeto de desenvolvimento nacional que se sustenta na defesa do investimento público, em destravar a economia, combater o desemprego e valorizar os salários”, enumerou Adilson.

A Força Sindical realizou plenária na segunda-feira (8) em que orientou os filiados a apoiarem Fernando Haddad neste segundo turno. No primeiro turno, o candidato da coligação O Brasil Feliz de Novo (PT, PCdoB e Pros) foi apoiado pela CTB e pela CUT. 

O ato “Movimento Sindical em Defesa dos Direitos dos Trabalhadores e da Democracia” será realizado com a presença de Haddad, a partir das 16h30, no Leques Brasil Hotel, no bairro da Liberdade, em São Paulo.

O manifesto é assinado por: Vagner Freitas - CUT, Miguel Torres – Força Sindical, Ricardo Patah – UGT, Adilson de Araújo – CTB, Antonio Neto – CSB, José Calixto - Nova Central e Edson Carneiro Índio – Intersindical

[Com informações da CUT e do Portal Vermelho]

Avalie este item
(0 votos)

Sede MacaéMacaé

Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257 Centro - CEP 27910-330 Telefone: (22) 2765-9550

Sede CamposCampos

Av. 28 de Março, 485 Centro - CEP 28.020-740 Telefone: (22) 2737-4700