Boletim de monitoramento da Covid na Petrobrás chama atenção para aumento de óbitos entre trabalhadores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O boletim semanal sobre os casos de Covid-19 na Petrobrás e no setor de energia elaborado pelo Dieese em parceria com a FUP e o Sindipetro-NF chega a sua décima edição nesta terça-feira, 20, com um dado triste e alarmante: O aumento no número de óbitos entre trabalhadores.

De acordo com os dados, o Brasil chega a marca de 543 mil óbitos e 19,4 milhões de pessoas contaminadas pela COVID-19;  Enquanto na Petrobrás somam 50 mortes e sobe para 7.716 trabalhadores contaminados (soma dos casos confirmados, hospitalizados, mortes e recuperados), representando 18,6% dos trabalhadores da Petrobrás holding;

O número de contaminados, da última semana, é 2% maior do que o observado na semana anterior. Vale ainda destacar que muitos destes trabalhadores, apesar de “recuperados” da COVID-19, ainda apresentam algum tipo de sequelas desta contaminação. Infelizmente, o número de trabalhadores falecidos cresceu. No acumulado chegou a 50 casos, com 1 morte na semana passada.

O número de novos casos de trabalhadores contaminados por semana, na Petrobrás, chegou a 98 pessoas, representando um crescimento de 40% na semana. Já a média móvel de 4 semanas passou para 83 trabalhadores contaminados, resultado 9% inferior que a média móvel observada na semana anterior.

A evolução da contaminação de trabalhadores na Petrobrás segue acima de outras empresas de energia. Nesta semana, a média móvel de novos casos na Petrobrás estava em 83 enquanto nas outras empresas do setor de energia federal está em 43 casos por semana.

Confira os dados completos:

10-Boletim Petrobrás e Covid 2021-07-20