Boletim de monitoramento da Covid na Petrobrás identifica aumento no número de trabalhadores em quarentena

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Nesta semana, o boletim sobre os casos de Covid-19 na Petrobrás e no setor de energia elaborado pelo Dieese em parceria com a FUP e o Sindipetro-NF, traz novos dados alarmantes sobre a situação dos trabalhadores diante da pandemia, como o aumento no número de trabalhadores em quarentena, surtos de Covid-19 nas plataformas e duas novas mortes.

De acordo com os dados da semana entre 17 a 23 de agosto, chegou a 8.094 trabalhadores contaminados (soma dos casos confirmados, hospitalizados, mortes e recuperados), representando 19,5% dos trabalhadores da Petrobrás holding. Somente nesta semana, a Petrobrás apresentou 147 trabalhadores confirmados com covid-19 e em quarentena, um aumento de 2% em relação a semana anterior. Além destes, batalham contra o vírus, 40 trabalhadores que estão hospitalizados.

Segundo o Diesse, a evolução da contaminação de trabalhadores na Petrobrás segue acima de outras empresas de energia. Enquanto, as demais empresas do setor de energia federal estão registrando 42 casos por semana, a Petrobrás chega a 84.

O número de trabalhadores falecidos, no acumulado, subiu para 53 casos, com duas novas mortes registrada na semana.

Outro fator registrado foram os novos surtos de Covid-19 em plataformas da Petrobrás na Bacia de Campos, que estão sendo registrados nos últimos dias. Segundo denúncias recebidas pelo Sindipetro-NF, mais de 60 trabalhadores desembarcaram da P-43 (Barracuda-Caratinga) na última semana, dentre eles, 22 foram confirmados com a doença, e os demais, trabalhadores que tiveram contato com contaminados. Nesta semana, outra plataforma, a P-40 (Marlim Sul), onde mais de dez trabalhadores estão em isolamento na própria unidade, aguardando o desembarque.