Campos terá ato pela democracia nesta quinta, 10h, no Pelourinho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Os atos públicos pela Democracia que tomarão todas as capitais do país nesta quinta, dia 11, também começam a ter adesão em cidades médias. No Norte Fluminense, sindicatos e movimentos sociais se uniram para promover a manifestação a partir das 10h, no Pelourinho (Calçadão, em frente à Caixa Econômica). O Sindipetro-NF, o Sindicato dos Metalúrgicos, o Sindicato dos Trabalhadores do Saneamento e o Sindicato dos Bancários estão entre as entidades organizadoras.

O NF também estará presente em outros pontos do país, com diretores, diretoras e militantes em atos no Rio e em São Paulo. O dia será marcado pelo lançamento da Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito, organizada pela Faculdade de Direito da USP, que pode ser lida e assinada neste link: https://www.estadodedireitosempre.com. No final desta manhã o documento já contava com aproximadamente 850 mil assinaturas.

Nacionalmente os petroleiros e petroleiras participarão dos atos. “A categoria petroleira vai se juntar à sociedade e ocupar as ruas de todo o país para dar uma resposta clara às ameaças autoritárias do presidente”, destacou a FUP nesta semana.

O coordenador geral da Federação, Deyvid Bacelar, reforça o chamado: “é fundamental que todos os petroleiros e petroleiras participem desses atos, demonstrando mais uma vez que a categoria petroleira está sempre nas trincheiras da defesa da democracia. Não iremos permitir que a arrogância autoritária e golpista de Bolsonaro surta efeito, iremos derrotá-lo nas ruas e nas urnas”.

Veja os atos onde já tem presença garantida da categoria petroleira:

  • 7h na Replan em Paulínia SP
  • 10h no Largo do Rosário em Campinas SP
  • 11h na Faculdade de Direito da USP
  • 11h na PUC bairro Gávea, Rio de Janeiro
  • 11h na Faculdade de Direito da UFRGS em Porto Alegre
  • 17h na Av. Paulista em São Paulo
  • 17h na Praça Afonso Arinos em Belo Horizonte
  • 18h na quadra da Novo Império, bairro Caratoira, Vitória ES

Veja também onde tem outros atos marcados e participe:

Alagoas
Maceió – Praça do Centenário, 8h

Amazonas
Manaus – Praça da Saudade, às 15h

Bahia
Salvador – Praça do Campo Grande, às 9h

Ceará
Fortaleza – Praça da Bandeira, às 9h; Gentilândia, às 16h; e Casa do Estudante, às 19h

Distrito Federal
Brasília – Às 15h, tem ato no Congresso Nacional.

Espírito Santo
Vitória – Praça Costa Pereira, 10h

Goiás
Goiânia – Praça Universitária, às 17h

Maranhão
São Luiz – Praça Deodoro, às 16h

Minas Gerais
Belo Horizonte – Praça Afonso Arinos, às 17h

Mato Grosso
Cuiabá – Liceu Cuiabano, às 19h

Mato Grosso do Sul
Campo Grande – Câmara Municipal, às 10h

Pará
Belém – Mercado São Braz, às 17h

Paraíba
João Pessoa – Lyceu Paraibano, às 14h

Paraná
Curitiba – Praça Santos Andrade, às 15h30

Pernambuco
Recife – Rua da Aurora, às 15h

Piauí
Teresina – Praça Rio Branco, às 8h30

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro – PUC, às 11h e Candelária, às 16h

Campos dos Goytacazes — Pelourinho, às 10h

Rio Grande do Norte
Natal – Midway Mall, às 14h30

Rio Grande do Sul
Porto Alegre – Colégio Júlio de Castilhos, às 8h; Faculdade de Direito da UFRGS, às 10h; e ato Palácio Piratini, às 12h

Rondonia
Porto Velho – UNIR Centro, às 17h (concentração às 16h30)

Santa Catarina
Florianópolis – Auditório da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), às 10h

Chapecó – saguão da Reotira da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), às 10h

São Paulo
São Paulo

Às 11h, será lida a Carta às brasileiras e brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito, na faculdade de Direito da USP.

Às 9h e às 17h, atos de massa serão realizados em frente ao Masp, na Avenida Paulista.

Campinas – Largo do Rosário, às 10h

Ribeirão Preto – Faculdade de Direito, às 10h; e Esplanada do Teatro Pedro II, às 17h

Santos – Praça dos Andradas, às 10h

Sergipe
Aracaju- Praça Getúlio Vargas, Bairro São José, às 15h