Categorias denunciam descumprimento de leis de saúde e segurança em Audiência Pública na ALERJ

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Na última segunda, 09, o diretor do Sindipetro-NF e da CUT/RJ, Sergio Borges participou de uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ), que tratou da denúncia de descumprimento de leis e normas de trabalho por parte de empresas e do governo e os prejuízos causados à saúde e segurança dos trabalhadores e ao meio ambiente do Rio de Janeiro.

A audiência pública com o tema “Descumprimento das leis e normas, fragilizam a saúde dos trabalhadores” foi organizada pelo deputado estadual Carlos Minc (PSB/RJ), que é o presidente da Comissão de Representação para Acompanhar o Cumprimento das Leis, e aconteceu na sala 316, da ALERJ no Palácio Tiradentes.

Segundo Sergio Borges, várias categorias denunciaram irregularidades que acontecem em suas bases e cobraram dos representantes do estado uma atuação mais incisiva no cumprimento dos requisitos de segurança. Os representantes do governo se colocaram à disposição para atuar conjuntamente na realização de programas de formação, criação de frentes em defesa da saúde, realização de inspeção e de atividades de fiscalização envolvendo representantes dos trabalhadores.

Em sua fala, Borges, ressaltou a importância dos sindicatos priorizarem a luta pela saúde e segurança dos trabalhadores como um dos pilares fundamentais da luta de classes. Para ele, as questões de saúde ficam muitas vezes em segundo plano em função de demandas econômicas. Também falou da necessidade do estado se fazer mais presente, atualizando as legislações que protegem a segurança e saúde do trabalhador às novas formas de trabalho,fiscalizando com mais afinco as normas e procedimentos de segurança ou punindo com mais rigor aqueles que negligenciam a vida e causam acidentes que adoecem, mutilam e matam milhares de trabalhadores no Brasil todos os anos.

Algumas das propostas apresentadas na audiência serão encaminhadas para o Coletivo de Saúde de CUT-Rio para serem analisadas pela Central no planejamento do mandato 2019-2023.

Estiveram presentes na atividade o petroleiro Edson Munhoz,  a representante do Sinttel, Edna e o deputado federal Alessandro Molon (PSB). Além deles, participaram representantes de diversas categorias como bancários, correios, frentistas, rodoviários, técnicos em radiologia e policiais. e de várias instituições como a OAB, Fiocruz, Ministério Público do Trabalho, Conselhos Municipal e Estadual de Saúde.