“Comida para quem precisa!”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O combate à fome já é uma questão emergencial para governos e organizações. Durante uma pandemia, onde há um número crescente de desempregados e as condições de miséria se aprofundam, essas ações se tornam ainda mais urgentes.

Por reconhecer essa necessidade, a diretoria do Sindipetro-NF decidiu desde o início da pandemia do coronavírus, a atuar junto às comunidades carentes de Macaé e Campos dos Goytacazes distribuindo cestas básicas para aquelas pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Desde o início de abril, o Sindipetro-NF doou 1250 cestas básicas em comunidades carentes, além de 100 cestas em parceria com o MPA (Movimento dos Pequenos Agricultores).

Alimentos, máscaras e sabão líquido

Como divulgado em uma notícia de abril no Nascente, o sindicato procurou igrejas, diversas entidades filantrópicas e os movimentos sociais, entre eles o MST e o MAB, para garantir uma distribuição direcionada a quem realmente necessita. Também realizou uma distribuição direta para famílias carentes de localidades das duas cidades. Foram mais de 30 toneladas de alimentos doados.

Além da doação de alimentos, o Sindipetro-NF está entregando máscaras de proteção e sabonete líquido produzido em parceria com o IFF de Campos.

“Nesse momento tão crítico para nossa sociedade, a solidariedade da categoria petroleira se faz necessária, principalmente nas cidades onde atuamos e vemos a fome bater na porta das pessoas”, explicou o coordenador do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra.