Confira as atrações do Festival de Esquetes de Macaé que começa nesta segunda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Começa nesta segunda, 17, e segue até 30 de maio o 5º Festival de Esquetes de Macaé – Artes Integradas. O evento tem o Sindipetro-NF entre seus apoiadores. As apresentações serão feitas no Instagram (@festim_festival), no Youtube (Festim Festival) e no Facebook (Festim Festival de Esquetes de Macaé).

A organização do festival divulgou nesta semana a programação. De segunda a sexta-feira, serão disponibilizados vídeo clipes, documentários, performances entre outros materiais audiovisuais. Nos sábados e domingos acontecem as mostras competitivas e apresentações de convidados.

Entre os convidados estão o ator, cantor e humorista Marcelo Marrom, a cantora Kynnie Williams, o cantor e compositor Fábio Guma e o Trio Oyó, integrado pelos musicistas Jô Wilme, Lauro Junior e Jean Carlos.

O festival contará ainda com a bailarina e coreógrafa Lorena Bitencourt, com a poetisa Sandra Wyatt e com as atrizes Fátima Jorge, Helen de Freitas e Flávia Vasconcelos.

Documentários

O evento vai exibir durante a semana os documentários “Mulheres da Enxada”, que conta a trajetória do Cine Teatro de São João da Barra, “O Fado de Quissamã, que registra a memória sonora fluminense, e “Danças Urbanas: uma construção de indivíduos”, sobre da importância da Dança Urbana.

Também serão exibidos os curtas metragens “A Origem do Dinheiro”, de Eliz Brito, “Procura-se um Amor”, de Adriana Falcão, “Do Artista”, de Isabella Cantarino, e “Liquidez”, com os bailarinos Josie Schuenk e Pedro Henrique.

Esquetes selecionadas

Aparecida – Breve Cia, Belo Horizonte, Minas Gerais – MG
Pra falar a verdade – Grupo Pra Falar a Verdade, Flamengo, Rio de Janeiro – RJ
Paternidade – Damião e Cia de Teatro, Campinas – SP
Era uma vez um dragão – Coletivo Teatro Virtual Preto, Nova Cidade, Nilópolis – RJ
História do coco – Sintonia dominó, Rio comprido – RJ
Abrindo o coração – Coletivo Abrindo o Coração, Jardim Sulacap – RJ
Etéreo – Cria Expressões Humanas, Rio das Ostras e Macaé – RJ
A noiva que virou santa – CTI – Comunidade Teatral Independente, Penha – RJ
Cada um a seu canto, Cada qual a seu modo – Teatrama, Araruama – RJ
A Hospedeira – Cinclo, Rio de Janeiro – RJ