Confira ata de reunião com o Ministério Público do Trabalho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Sindipetro-NF disponibiliza a ata da reunião da última quinta, 29, com o Ministério Público do Trabalho. A FUP e os sindicatos filiados buscaram construir com a Petrobrás um acordo de regramento de greve, mas a empresa não compareceu à audiência.

O movimento sindical também está atento às tentativas dos gestores da Petrobrás em intimidar os trabalhadores. Este comportamento, que fere a lei de greve, será considerado prática antissindical.

O sindicato reafirma o indicativo de greve de ocupação com controle de produção. O procedimento é não entregar os postos de trabalho, pois até a hora da greve o turno está sob a responsabilidade do trabalhador e não há nada formal que contrarie esse indicativo. Após o início da greve a subordinação não existe mais.

O próprio MPT está atento ao comportamento da companhia. Em um trecho da ata da reunião, foi registrado que “a Petrobrás deveria estar jungida [obrigada] ao cumprimento da Lei e que fere sistematicamente os princípios constitucionais da administração pública, sem exceção”.

A entidade também orienta a categoria a denunciar imediatamente qualquer assédio, intimidação, embarque de pelegos, enfrentamento e abuso de poder. Qualquer informação pode ser enviada para [email protected], com nome do gerente, local e hora do ocorrido. O NF vai acionar o Ministério Público do Trabalho e a Comissão de Ética do próprio sindicato.