Conselho Deliberativo da FUP debate hoje rumos da campanha reivindicatória

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Das Imprensas da FUP e do NF – A FUP e seus sindicatos reúnem-se nesta sexta-feira, 05, em um Conselho Deliberativo para avaliar a segunda contraproposta que a Petrobrás apresentou aos trabalhadores nesta quinta, 04, e definir os próximos passos da campanha.

Ao longo desta semana, a FUP e a FNP tiveram novas rodadas de negociação com a empresa, na busca pela manutenção das conquistas e direitos do atual Acordo Coletivo de Trabalho e por um reajuste salarial que mantenha o poder de compra da categoria.

“A contraproposta é uma afronta aos petroleiros e petroleiras e às entidades sindicais e nós não podemos aceitar isso”, afirma o coordenador da FUP, José Maria Rangel, alertando para os trabalhadores e os gestores da Petrobrás se prepararem. “Quem quer paz, deve estar preparado para a guerra”.

O coordenador do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra, também comentou ontem a nova proposta da Petrobrás. Para o sindicalista, a empresa está desafiando a categoria a um grande enfrentamento. “A empresa quer cada vez mais tirar direitos coletivos e colocar direitos para seus apaniguados. Temos que refletir, por que a reflexão vai ter que nos levar a uma luta maior ainda”, afirma.