Fruto de tradição autoritária, Lava Jato eliminou 4,4 milhões de empregos no Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Uma operação como a Lava Jato se tornou possível no Brasil em razão de uma combinação de tradição autoritária, ambiente de espetacularização e culto da racionalidade neoliberal. Esse é o resumo de um aprofundado diagnóstico feito, ontem, durante o programa NF ao vivo, pelo juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Rubens Casara, que também atua em movimentos em defesa do estado democrático de direito, como o grupo Prerrogativas.

O programa também trouxe dados, apresentados pelo economista Cloviomar Cararine, do Dieese, que apontam que a Lava Jato provocou a perda de 4,4 milhões de empregos no país, além de R$ 14 bilhões em prejuízo para a Petrobrás e perdas para o tesouro nacional, que deixou de arrecadar R$ 4,7 bilhões em impostos.

Confira a íntegra do programa:

Confira também a versão em podcast: