FUP participa nesta quarta de audiência na Câmara sobre preços dos combustíveis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Da Agência Câmara, da Agência Senado e da Imprensa do NF – A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços vai debater nesta quarta, 24, a política de preços dos combustíveis automotivos. A audiência pública será no plenário 5, às 16h, e poderá ser acompanhada de maneira virtual e interativa pelo e-Democracia.

Entre as entidades e instituições representadas estão as que representam os trabalhadores ou desenvolvem pesquisas apoiadas pela categoria petroleira, como a Federação Única dos Petroleiros (FUP), a Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobrás (Anapetro),
a Associação dos Engenheiros da Petrobrás (Aepet) e o Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep). A relação completa dos debatedores confirmados está no final da página.

O deputado Zé Neto (PT-BA), que propôs a realização do debate, lembra que o Projeto de Lei 9187/17, do qual ele é relator, dispõe sobre a política de preços de combustíveis automotivos em todo o território nacional e busca “trazer à discussão legislativa brasileira elementos importantes para a regulação de mercados essenciais para o abastecimento de derivados de petróleo em nosso País”.

O deputado pretende apresentar um substitutivo à proposta e disse que a audiência pública servirá para buscar mais contribuições junto ao setor privado, a sindicatos, instituições de pesquisa, associações representativas e os mais diversos especialistas no tema.

“A elevação que observamos nos preços de derivados de petróleo, especialmente a gasolina, o diesel e o gás liquefeito de petróleo (GLP), o nosso gás de cozinha, tem gerado muitos problemas. Esses aumentos em diversos produtos essenciais são insustentáveis e prejudicam famílias mais pobres, atividades empresariais, o setor de transporte e o desenvolvimento produtivo nacional”, disse Zé Neto.

Debatedores

Confirmaram presença no debate:

– o gerente geral de Comercialização no Mercado Interno da Petrobrás, Sandro Paes Barreto;
– o coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Souza Bacelar da Silva;
– o presidente da Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobrás (Anapetro), Mário Alberto Dal Zot;
– o economista e vice-diretor Cultural da Associação dos Engenheiros da Petrobrás, Claudio da Costa Oliveira;
– o diretor executivo da Associação de Revendedores de Combustíveis Líquidos, Rodrigo Zingales;
– a diretora-executiva de Downstream do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), Valéria Lima;
– o coordenador técnico do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), William Vella Nozaki;
– o presidente do Sindicado do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Campinas e Região, Flávio Martini de Souza Campos; e
– o consultor técnico na área de gás e petróleo Paulo César Ribeiro Lima.

Silva e Luna no Senado

Em outra frente do Congresso que debate o preço dos Combustíveis, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) recebe hoje (terça, 23), a partir das 9h, o presidente da Petrobrás, Joaquim Silva e Luna, em audiência pública para discutir os sucessivos aumentos nos combustíveis que têm marcado a política de preços da empresa neste ano. De acordo com a Agência Senado, os ministros da Economia, Paulo Guedes, e das Minas e Energia, Bento Albuquerque, também foram chamados para a audiência.

[Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil]