Jurídico: NF questiona retorno do administrativo ao trabalho presencial

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Apesar da disparada de casos de Covid, causada pela ômicron, a Petrobrás insiste no retorno presencial dos(as) trabalhadores(as) de regime administrativo da base do Sindipetro-NF.

Considerando além disso a multiplicação dos casos de gripe (influenza h3n2), o SindipetroNF ajuizou em 13/01 ação judicial contra a Petrobrás.

O intuito do processo é garantir a totalidade, ou o maior número possível de trabalhadores(as) administrativos, sejam mantidos em teletrabalho até modificação do cenário pandêmico ou, pelo menos, até o final de fevereiro/2022, quando nova análise deverá ser feita necessariamente com a participação do Sindicato, como deveria ter sido feito desde o princípio.