NF distribui máscaras de alta qualidade em ato nesta manhã em Cabiúnas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O Sindipetro-NF promoveu na manhã de hoje ato na entrada da UTGCab (Unidade de Tratamento de Gás de Cabiúnas), em Macaé, para denunciar a negligência da Petrobrás na prevenção à contaminação pelo novo coronavírus em suas bases. Diretores e diretoras do sindicato distribuíram cerca de 1.500 máscaras de alta qualidade (PFF2) aos petroleiros e petroleiras que chegavam para o trabalho, denunciando a má qualidade das máscaras fornecidas pela empresa — que não atendem às recomendações sanitárias.

“Estamos aqui entregando máscaras adequadas e fazemos a denúncia dos protocolos que têm sido aplicados na base de Cabiúnas e em outras pelo Brasil, com o fornecimento de máscaras vergonhosas pela Petrobrás, que não atendem às recomendações, como alerta o NF desde abril de 2020, inclusive com registro em ata de Cipa e em reunião do EOR [grupo de Estrutura Organizacional de Resposta à covid-19 na empresa]”, explica o diretor sindical Matheus Nogueira.

O diretor também lembrou denúncia do sindicato sobre o protocolo de testagem, realizado pela empresa com a utilização de testes rápidos. “Cobramos a imediata aplicação de testes RT-PCR, que são os testes que de fato promovem a prevenção”, afirma Nogueira.

Setorial nesta sexta

Os petroleiros e petroleiras da UTGCab estão mobilizados pela aplicação de medidas corretas de prevenção à covid-19, como prevista em documentos do sindicato e em recomendações do Ministério Público do Trabalho.

Nesta sexta, 16, às 18h, os trabalhadores e trabalhadoras da base têm reunião setorial com o Sindipetro-NF para interagir com a assessoria jurídica da entidade sobre as ações judiciais que envolvem a unidade em diversas áreas, mas também continuarão a ser discutidos os próximos passos políticos de mobilização na luta pela vida. O link da setorial e as informações sobre as inscrições serão divulgadas em breve pela entidade.