NF recebe denúncias de discriminação e falhas no atendimento em hotéis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A categoria petroleira continua enfrentando problemas com as hospedagens na região. O Sindipetro-NF recebeu, hoje, denúncia de que um hotel, em Campos dos Goytacazes, está separando os trabalhadores dos demais hóspedes na hora do café da manhã. O serviço também é limitado e oferecido em condições diferentes.

“Diferentemente de outras pessoas que estão no hotel, que podem acessar a área do café da manhã com mesas e se servir, os trabalhadores têm que ficar em cadeiras sem mesa, sem apoio e os alimentos vêm em caixas transparentes e que por muitas vezes têm que ser apoiados no chão”, relatou o petroleiro ao sindicato, enviando uma foto do local, com os rostos dos trabalhadores preservados.

Em outra denúncia, um petroleiro registra que foi servido um suco vencido há um mês em um hotel em que estava hospedado em Macaé.

Para o coordenador do Departamento de Saúde do Sindipetro-NF, Alexandre Vieira, os casos se somam a uma série de problemas que a categoria enfrenta em relação a alimentação e hospedagem nos embarques e desembarques.

“Temos ainda a situação de que trabalhadores estão chegando ao aeroporto em horários em que não é possível almoçar na plataforma e a Petrobras também não ofereceu almoço”, afirma o sindicalista.

O Sindipetro-NF vai levar os casos à Petrobrás para exigir que os hotéis sejam acionados pela empresa. Se não houver correção dos problemas, as denúncias serão formalizadas junto a órgãos fiscalizadores.