Papel do refino na formação de preços baixos para os combustíveis é tema de webinário do Ineep

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Do Ineep – O Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep) realiza nesta terça, 24, o Webinário “O papel do refino no Brasil de combustíveis em constante alta”. Para a conversa, que acontecerá às 19 horas no Canal Youtube do Instituto, os convidados são seus pesquisadores Carla Ferreira e Eduardo Costa Pinto.

Ao longo do governo Bolsonaro, o consumidor brasileiro tem enfrentado no seu dia a dia um inimigo cruel: o aumento constante dos preços dos combustíveis, fruto de uma política de reajustes que acompanha os preços internacionais do petróleo e as variações cambiais. Esta política, conhecida como Preço de Paridade de Importação (PPI), não leva em conta o fato de o Brasil ser autossuficiente na produção do óleo bruto e ter capacidade para refinar parcela significativa do volume de combustíveis consumidos internamente.

De janeiro de 2019 a 1º de maio, os preços da gasolina, do diesel e do gás de cozinha na refinaria tiveram altas que superaram os 120%. Enquanto isto, a inflação, medida pelo IPCA/IBGE, deu um salto de 24,95%. O governo federal recorreu a várias medidas para reduzir os preços, todas inócuas. A Petrobras está no terceiro presidente. Há cerca de duas semanas, houve troca do comando do Ministério das Minas e Energia. E integrantes do governo Bolsonaro retomaram o discurso de privatização da companhia.

No Webinário, os pesquisadores do Ineep farão uma retrospectiva dos reajustes dos combustíveis de 2019 para cá, mostrarão que as medidas adotadas pelo governo foram paliativas e explicarão como as refinarias da Petrobras podem contribuir para minimizar internamente as oscilações dos preços externos do petróleo, sem prejudicar o consumidor brasileiro.