Petroleiros lamentam perda de José Antônio Gurgel, vítima das sequelas de Covid

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A diiretoria do Sindipetro-NF lamenta o falecimento no dia 23 de março do engenheiro de equipamentos da Petrobrás e filiado ao sindicato, José Antônio Gurgel de 59 anos, por sequelas da Covid-19.

Gurgel foi para a emergência da Unimed no dia 23 de fevereiro com sintomas de Covid. Segundo informações, quando deu entrada na Unimed já estava com a saturação muito baixa, foi encaminhado direto para o oxigênio, e da emergência foi transferido para UTI Covid. Seu quadro se agravava ou ficava instável. No dia 22  de março teve o exame de Covid negativado e foi transferido para uma UTI não Covid. Só que ele não apresentou melhoras e permaneceu nos aparelhos e fazendo hemodiálise. “Foram as sequelas do Covid, pulmão bastante comprometido e a função renal,  que infelizmente o levaram a óbito”, conta Daniele.

Era casado com Maria Aparecida e deixou dois filhos Daniel de 14 anos e Vitor de 18 anos. Natural de Minas Gerais, Rangel veio para Macaé em 90 quando entrou para a Petrobrás. Sua sobrinha Daniele, conta que o tia falava que quando veio para a cidade pela primeira se apaixonou e disse que tinha certeza que não sairia mais da cidade. “Era apaixonado por Macaé” – disse.

A diretoria do Sindipetro-NF se solidariza com seus familiares e amigos que descreveram Gurgel como uma pessoa animada, extrovertida e muito amiga.

Leia algumas mensagens dos amigos:

“Um cara comunicativo, do bem e que vai me dar muita saudade!”
Flávio Melo, ex-Diretor do Sindipetro-NF que trabalhou muitos anos com Gurgel.

“Trabalhei nas Sondas Próprias próximo de Gurgel, sempre alegre e extrovertido. Conversávamos muito sobre Física, uma de suas paixões o que me fez voltar a minha Licenciatura. Todos no Parque de Tubos sentirão sua falta!”

Benes Junior diretor do Sindipetro-NF trabalhador da base de Imboassica

 

“Muita tristeza com a partida do nosso amigo Gurgel. Uma pessoa muito correta e gentil, muito inteligente. De uma simplicidade difícil de se ver, um mineiro do interior que conseguiu estudar e ser um engenheiro, mas mantendo a essência das suas origens. Tenho certeza que Deus o recebeu e que console a família dele!”

Neuton e Conceição

 

“Gurgel um mineirinho cruzeirense, de coração puro, que ficará eternizado na nossa memória e em nossos corações”

Edir Pinheiro

 

“Trabalhamos juntos na Gerência de Manutenção e Reparos Navais da antiga US-SS. O Gurgel foi um profissional dedicado, e respeitado por toda a nossa equipe e das plataformas, e sua contribuição essencial para os resultados positivos da nossa gerência”.
José Wilson Ezequiel