Resposta em Cabiúnas: Petrobrás diz que já faz o que é adequado e nega avanços na prevenção à Covid

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Passados mais de dez dias da reunião do Sindipetro-NF com a gerência de Cabiúnas sobre a cobrança por avanços nos protocolos de prevenção à Covid-19 na unidade, o sindicato recebeu nesta manhã uma resposta negativa da empresa. A entidade seguirá com o trabalho de cobrança, conscientização, mobilização e disponibilização de testes.

Representada pela gerência de relações sindicais, a Petrobrás mantém a sua postura de não reconhecer a necessidade de adoção de protocolos mais eficazes de prevenção. A resposta da empresa foi a de que adotam as medidas preconizadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), já fazem o que é adequado e não vêem necessidade de realização de testes por instituições externas.

“É uma resposta muito negativa, embora não surpreendente. A empresa mostra mais uma vez que não reconhece que precisa melhorar os protocolos em suas unidades. Por isso o Sindipetro-NF faz o papel que deveria ser da companhia, garantindo acesso aos testes diagnósticos”, afirma o diretor sindical Matheus Nogueira.

A reunião do NF com a gestão de Cabiúnas aconteceu na tarde do dia 2 de junho. No dia 4, o sindicato publicou matéria informando sobre a tentativa de entendimento com a empresa sobre a prevenção à Covid-19 na base e registrando que aguardava resposta. Também foi divulgado o trabalho sindical de testagem na categoria.

O sindicato reafirma a disponibilidade de testes para detecção de Covid-19 entre trabalhadores próprios e terceirizados. O teste disponibilizado é o antígeno, considerado um dos melhores e com resultado rápido.

A entidade defende que os trabalhadores e as trabalhadoras devem ser testados semanalmente com RT-PCR ou do tipo antígeno. Em caso de resultado positivo deve haver desinfecção dos espaços dentro da empresa. O sindicato também solicita que seja cumprido o protocolo com relação aos contactantes de casos positivos para o coronavírus.

Como fazer o teste?

Caso algum trabalhador ou trabalhadora tenha interesse em realizar os testes deve entrar em contato com o Departamento de Saúde do Sindipetro-NF, pelo Whatsapp (22) 98123-1882, e passar o nome e o CPF. A marcação é de segunda a sexta no horário comercial.

Os testes serão realizados em Macaé e em Rio das Ostras pelo Laboratório Pionner, se segunda a sexta-feira, das 7h às 17h30 — na rua Teixeira de Gouveia, 1017, em Macaé; e na avenida Novo Rio das Ostras, 80, no caso de Rio das Ostras.

Em Campos, o Laboratório é o Plinio Bacelar, localizado na Rua José do Patrocinio, 99, Centro. Os testes podem ser realizados de segunda a sexta, das 7h às 17h30, e nos sábados das 7h às 12h.

Para os trabalhadores que necessitarem, o sindicato poderá reembolsar custos com transporte até o laboratório conveniado mais próximo em Campos, Macaé ou Rio das Ostras.