Sindicato recebe denúncia de surto de Covid-19 e isolamento inadequado no CBO Manoella colocando em risco a vida do trabalhador

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em meio ao histórico de percas, dor e sofrimento que a Covid-19 trouxe ao longo dos últimos anos, os trabalhadores e trabalhadoras ainda sofrem com o descaso com relação a saúde da categoria. O Sindipetro-NF recebeu denúncias informando que 11 dos 48 trabalhadores da embarcação CBO Manoella testaram positivo para Covid-19 e seguem em isolamento dentro dos camarotes, descumprindo claramente, as regras de segurança.

 

Em sua recomendação de 31 de março de 2021, o MPT (Ministério Público do Trabalho) afirma que a empresa deve “abster-se de realizar isolamento a bordo de pessoas com suspeitas de infecção por Covid-19, promovendo o imediato desembarque dos casos suspeitos e/ou confirmados e a desinfecção de quaisquer acomodações utilizadas pelos trabalhadores portadores de doenças infectocontagiosas”.

 

Apesar da norma, os trabalhadores seguem sem desembarque após três dias do resultado e os relatos afirmam ainda que não há mais camarotes para isolar trabalhadores em caso de novas contaminações.

 

Para o sindicato, essa situação é inaceitável, principalmente, diante do novo avanço da doença e da identificação da nova linhagem da ômicron, variante da covid-19, que já foi detectada no Brasil.

 

“Pessoas que receberam todo tratamento adequado, infelizmente, não resistiram e morreram. O trabalhador a bordo não terá a assistência adequada e em casos mais graves podemos perder mais vidas por conta do descaso da empresa. Isso é inaceitável. A categoria espera que condutas danosas aos trabalhadores como esta, sejam investigadas pela próxima gestão da Petrobras”, declarou o diretor Alexandre Vieira.

 

 

O Sindicato já questionou o SMS da Petrobrás sobre as providências que serão tomadas e denunciou o caso as autoridades competentes.

 

A entidade segue atuando pela vida dos trabalhadores e cobrando condições de segurança. Para isso, é muito importante que a categoria petroleira mantenha o sindicato informado sobre as condições de saúde e segurança no trabalho. Os relatos podem ser enviados para [email protected] A identidade do denunciante é preservada.