Sindipetro-NF realiza ato em Farol para marcar entrega conjunta das pautas reivindicatórias 2022

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Sindipetro-NF realizou na manhã desta quinta-feira, 02 de junho, um ato no aeroporto de Farol para marcar o ato unificado de entrega conjunta das pautas reivindicatórias 2022, convocado pela FUP e FNP.

Os diretores do NF, Guilherme Fonseca, Bárbara Bezerra e Eider Siqueira, dialogaram com os trabalhadores e trabalhadoras presentes e explicaram a importância deste momento não só para a categoria petroleira, mas para todos os brasileiros e brasileiras.

“Hoje vamos entregar a pauta coletiva, que vai muito além dos interesses dos trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás. Na pauta está a luta pela defesa de uma Petrobrás pública, uma Petrobrás, que defenda os interesses do povo e não só de uma elite”, lembrou o diretor Guilherme Fonseca.

A diretora Bárbara Bezerra, que também esteve presente no ato ressaltou os malefícios da privatização. “O Sindipetro-NF está presente mais uma vez para questionar mais uma tentativa de privatização da Petrobrás. Precisamos lembrar que privatizar faz mal ao Brasil. A privatização não diminuirá o preço do combustível, o que diminuirá são nossos direitos e nossos empregos”, ressaltou a diretora.

Em paralelo ao ato regional, um Ato Nacional acontece no Edifício Senado (EDISEN) no Centro do Rio de Janeiro, onde está sediada a direção da empresa e onde será realizada a entrega das pautas.

A iniciativa que dá início à Campanha Reivindicatória 2022 é parte da busca por avançar na construção da unidade entre as federações. Após a manifestação será realizada nova reunião entre as direções das federações às 16h para a discussão da possibilidade de avançar para uma mesa única de negociação neste Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).