Tezeu alerta que direitos estão em risco e é muito importante que plataformas façam as assembleias até domingo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Sindipetro-NF reforça o chamado aos petroleiros e petroleiras das plataformas para que realizem, até este domingo, 31, as assembleias à bordo das unidades para avaliar os indicativos da Campanha Reivindicatória.

O coordenador geral da entidade, Tezeu Bezerra, alerta que estão em risco direitos como o turno da manutenção, o auxílio deslocamento e o dia do desembarque, entre outros tantos do Acordo Coletivo.

“A gestão do bolsonaro na Petrobras quer acabar com turno da manutenção, o dia do desembarque e o nosso auxílio deslocamento, que ajuda a galera que mora fora do Estado do Rio com o valor de ajuda de custo, que foram foram conseguidos com muita luta ao longo da história”, adverte Tezeu.

A participação nas assembleias é o que demonstra a força da categoria e faz a empresa recuar na tentativa de retirar direitos, tanto os nacionais quanto os negociados localmente.

“A demonstração que nós temos para dar força para o sindicato é fazendo as assembleias e aprovando os indicativos do sindicato. A gente pede que todos os companheiros que estão de folga liguem para plataformas pedindo para o pessoal que tá a bordo fazer a assembleia. E o pessoal que tá a bordo peço que mobilize e façam as assembleias”, orienta o sindicalista.

Além disso, nesta campanha está em jogo a defesa da própria Petrobrás enquanto empresa pública, em razão da investida do governo federal, no Congresso Nacional, buscando formas de privatizar a empresa.

As assembleias nas plataformas devem ser realizadas até este domingo, 31, mas as atas com os resultados podem ser enviadas ao Sindipetro-NF até às 12h desta segunda, 1º de agosto.