URGENTE: NF denuncia risco real e iminente na P-53

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A gestão bolsonarista da Petrobrás segue negando a gravidade da pandemia entre os trabalhadores.

Como se já não bastasse as internações e mortes dos petroleiros e petroleiras, além dos surtos a bordo e consequentes desembarques, a gestão da Petrobrás escolhe manter a produção a qualquer custo, como ocorre neste momento na P-53.

Segundo denúncias dos trabalhadores e apuradas pelo NF, após surto de COVID-19, a produção da unidade conta com somente 3 operadores e um supervisor embarcados neste momento. A unidade tem no seu efetivo normalmente 12 operadores , além dos 2 supervisores de produção.

Ultrapassando o limite da irresponsabilidade e o descaso com a saúde e segurança de todos a bordo há relatos de que a empresa não pretende parar a produção da unidade. Segundo informações da empresa, irá ser mantido um dos dois trens de produção.

Isto não é por acaso! É o resultado da diminuição do efetivo, seguida de transferência em massa para unidades de outros estados, e do não aproveitamento de empregados já qualificados na Bacia de Campos começando a apresentar os seus impactos.

Denunciaremos aos órgãos competentes a situação caótica na P-53, entre outras unidades em situação semelhantes, além de exigir a responsabilização dos gestores que colocam em risco a vida dos trabalhadores a bordo.

O NF exige a imediata parada de produção total da unidade, além da testagem de todos a bordo, e da testagem prévia de todos que vierem a embarcar, além da recomposição da equipe!

É HORA DE PARAR!