Vazamento de água oleosa é registrado na PCE1 da Trident Energy é prova dos riscos da privatização

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Na madrugada de ontem, 11, foi registrado um vazamento de água oleosa da plataforma PCE1 da Trident Energy. Segundo informações, a macha tinha 600 metros largura por 5 km, oriundo da linha submarina da PCE1 x Pampo.

Vale lembrar que há menos de um mês, o Sindipetro-NF notificou a empresa Trident-Energy a prestar esclarecimentos sobre o incidente registrado como perda de contenção e descarga de óleo e outros hidrocarbonetos, no mar, provenientes do processo da unidade P-65.

Para o Sindipetro-NF, a freqüência dessas ocorrências demonstra, de forma clara, um dos muitos riscos, que são gerados por conta da privatização. Infelizmente, a previsão não é das melhores, enquanto a gestão Petrobrás e o governo Bolsonaro insistirem na vende do nosso patrimônio nacional, os trabalhadores estão expostos a riscos cada vez maiores, assim como o meio ambiente e a economia nacional.