Gerencia do Heliporto do Farol de São Tomé proíbe o uso das máscaras fornecidas pelo Sindipetro-NF

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Sindipetro-NF recebeu denúncia dos trabalhadores que estão embarcando pelo Farol de São Tomé que a Gerência do Heliporto está proibindo o uso das mascaras fornecidas pelo sindicato.

Além de proibir, os trabalhadores contam que o gerente está coagindo a categoria com a segurança patrimonial, mandando as pessoas virarem a máscara do lado avesso.

O Sindipetro-NF confirmou a denúncia e lamenta a atitude do gerente. “A Petrobras já está tomando medidas insuficientes no combate ao COVID-19, distribui máscaras de baixa qualidade e ainda quer proibir a pessoa de usar uma máscara de qualidade que o Sindipetro-NF está distribuindo, porque tem uma campanha do movimento sindical em defesa da empresa. Isso é inadimissível” – afirma o Coordenador do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra.