Representante do NF na comissão de investigação embarca na P-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Após ter alegado a necessidade de treinamento em Huet para que o representante do Sindipetro-NF na comissão que investiga a morte por acidente de trabalho em P-19 participasse do embarque de hoje (como noticiado aqui), o sindicato e a empresa chegaram a um entendimento e o sindicalista seguiu para a plataforma.

O embarque do representante Raimundo Teles foi possível em razão do entendimento, do Sindipetro-NF, de que o dirigente sindical não estará a bordo para atuar como um trabalhador na área, mas como um representante institucional, como acontece com todos os demais representantes de órgãos fiscalizadores, como da SRTE (Superintendência Regional de Trabalho e Emprego), que não passam pela mesma exigência de treinamento em Huet.

O sindicato esclarece que valoriza os treinamentos e aprova uma cobrança rigorosa para todos os trabalhadores, mas entende que no caso de fiscalizações institucionais esta exigência não pode ser utilizada para coibir a atuação de representantes dos órgãos e da própria entidade.

O acidente

A comissão investiga a morte, após inalação de CO2, do caldeireiro Patric Carlos,  37 anos, na manhã da última terça-feira, 2 de agosto. Ele atuava com mais três companheiros na sala do moto gerador na plataforma, quando aconteceu o disparo do gás. No local fechado e ocorria uma obra de retirada de piso gradeado.