NF vai fornecer alimentação que a Petrobrás nega à categoria

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Sindipetro-NF vai fornecer alimentação aos petroleiros e petroleiras que chegam para quarentena pré-embarque em hotéis de Campos dos Goytacazes e de Macaé. Como publicado na última sexta, 5, a categoria denunciou que a gestão da companhia está orientando os hotéis a não fornecerem almoço no dia do check in.

Hoje, o sindicato se organizou para fornecer alimentação para 55 trabalhadores,como  nem todos compareceram, as quentinhas restantes foram doadas ao Mosteiro da Santa Face e do Puríssimo e Doloroso Coração de Maria, que distribui alimentação aos mais necessitados.

O sindicato denuncia que, além de mesquinha para uma empresa do porte da Petrobrás, a medida prejudica a própria quarentena, na medida em que os trabalhadores e trabalhadoras precisam circular no entorno dos hotéis para comprar alimentação.

“Pela lei 5.811/72, quem tem a obrigação de fornecer esta alimentação são as empresas. Não o fazem. Mas você não está sozinho! Este alimento foi custeado por seus irmãos petroleiros, via Sindipetro-NF” – afirma o assessor jurídico Normando Rodrigues.

A diretoria do NF estará em contato com a categoria nos hotéis para monitorar a necessidade dos almoços e fazer o fornecimento. A entidade também cobra da companhia a solução definitiva para o problema.

É muito importante que todos os petroleiros e petroleiras mantenham o sindicato informado sobre as condições de saúde, habitabilidade e segurança, por meio de envio de e-mails para [email protected] O sigilo sobre a identidade do denunciante é mantido pelo NF.

Atualizada às 18h05 de 8/03/2021